“Tomaria um cafezinho comigo?” Foi a pergunta que usaram para abrir tuítes que traziam, logo abaixo, uma lista de informações pessoais que parecem cruciais para descrever a pessoa que perguntou: altura, signo, onde sente cócegas, nome da avó, que número calça, cor do cabelo, que…